Cacilda Costa (11) 99211-1647

Depressão

Causas A depress�o � uma doen�a. H� uma s�rie de evid�ncias que mostram altera��es qu�micas no c�rebro do indiv�duo deprimido, principalmente com rela��o aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e, em menor propor��o, dopamina), subst�ncias que transmitem impulsos nervosos entre as c�lulas. Outros processos que ocorrem dentro das c�lulas nervosas tamb�m est�o envolvidos.Sintomas de Depress�o S�o sintomas de depress�o:

  • Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e ang�stia
  • Des�nimo, cansa�o f�cil, necessidade de maior esfor�o para fazer as coisas
  • Diminui��o ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agrad�veis
  • Desinteresse, falta de motiva��o e apatia
  • Falta de vontade e indecis�o
  • Sentimentos de medo, inseguran�a, desesperan�a, desespero, desamparo e vazio
  • Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensa��o de falta de sentido na vida, inutilidade, ru�na, fracasso, doen�a ou morte.

  • A pessoa pode desejar morrer, planejar uma forma de morrer ou tentar suic�dio
  • Interpreta��o distorcida e negativa da realidade: tudo � visto sob a �tica depressiva, um tom "cinzento" para si, os outros e o seu mundo

  • Dificuldade de concentra��o, racioc�nio mais lento e esquecimento
  • Diminui��o do desempenho sexual (pode at� manter atividade sexual, mas sem a conota��o prazerosa habitual) e da libido
  • Perda ou aumento do apetite e do peso
  • Ins�nia (dificuldade de conciliar o sono, m�ltiplos despertares ou sensa��o de sono muito superficial), despertar matinal precoce (geralmente duas horas antes do hor�rio habitual) ou, menos frequentemente, aumento do sono (dorme demais e mesmo assim fica com sono a maior parte do tempo)Dores e outros sintomas f�sicos n�o justificados por problemas m�dicos, como dores de barriga, m� digest�o, azia, diarreia, constipa��o, flatul�ncia, tens�o na nuca e nos ombros, dor de cabe�a ou no corpo, sensa��o de corpo pesado ou de press�o no peito, entre outros

  • Tratamento - � feita uma avalia��o, se necess�rio, um encaminhamento psiqui�trico,  s�o trabalhados os traumas, que  porventura apareceram na entrevista ou nos teste aplicados. Ap�s a elabora��o  dos sintomas mais acentuados, s�o feitas v�rias orienta��es de mudan�a de estilo de vida.